Arquivo da categoria: Sega CD

Pier Solar

Após tanta espera (game pré-comprado em dezembro de 2008, enviado em 15 de dezembro de 2010, recebido em 14 de março de 2011), finalmente tenho minha cópia de Pier Solar, o último lançamento para o Mega Drive.

Último lançamento para Mega Drive?

Sim, pois Mega Drive é um video game com uma ativa cena Homebrew, assim como o NES e alguns outros sistemas.

O game é um RPG completamente original, feito por uma equipe de talentosos amadores. A caixa do game é absurdamente linda. Não sei quanto ao resto, ainda não abri e possivelmente não irei abrir por enquanto (falta de tempo pra jogar no momento), mas pelas fotos que andei vendo, todo o material é de excelente qualidade. Também acompanha uma simpática cartinha pedindo desculpas pelos numerosos atrasos na produção.

Qual uma das maiores fraquezas do Mega Drive? Com certeza a música. Então para contornar esse defeito, o game acompanha um CD de Sega CD, que pode ser usado junto com o cartucho, dando assim ao game trilha sonora de excelente qualidade. Não tem um Sega CD? Então o game terá a trilha sonora normal que você espera do Mega Drive. Uma pena que essa ótima idéia não foi muito explorada na época em que o Mega Drive era um console vivo.

Foram produzidas 3 versões de Pier Solar: Uma americana (essa das fotos abaixo), uma européia e outra japonesa. A diferença nas versões ficam na caixa/manual/cartucho e nos idiomas do jogo. Todas as versões são compatíveis com todas as regiões (Versão japonesa no console americano, por exemplo). Um novo lote será enviado em breve, então quebrem o porquinho e façam a compra no site oficial, vale a pena.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Coleção, Homebrew, Mega Drive, Sega CD

Micro Reviews Ep 04: Working Designs

Não é nenhum segredo que eu adoro a finada Working Designs, então aí está três micro reviews de jogos lançados por essa empresa:

Popful Mail (Sega CD), Silhouette Mirage (PlayStation) e Magic Knight Rayearth (Saturn).

Deixe um comentário

Arquivado em Micro Reviews, PlayStation, Review, Sega CD, Sega Saturn, Vídeo

Micro Reviews Ep 03: Jogos de navinha

Mais três micro reviews, desta vez para games do gênero “Space Shooter”, uns dos meus favoritos.

Jogos deste episódio:

Mars Matrix (Dreamcast), R-Type DX (Game Boy Color) e Silpheed (Sega CD).

Deixe um comentário

Arquivado em Dreamcast, Game Boy, Micro Reviews, Review, Sega CD, Vídeo

Working Designs

Working Designs foi uma empresa envolvida na adaptação e publicação de diversos jogos nos EUA, investindo no lançamento de RPGs e jogos de estratégia que foram “hit” no Japão. Boa parte desses lançamentos se tornariam clássicos-cult no ocidente, como por exemplo a série Lunar, embora poucos jogos atingiram vendas realmente impressionantes (talvez a única exceção seja Alundra para PlayStation, que teve boas vendas em seu lançamento).

Uma das características dessa empresa era sua excelência com designs de seus produtos. E não falo dos jogos em si não, falo das caixas mesmo. Desenhos bonitos, detalhes laminados, etc. Aí está, a direita, Jurassic Park, uma capa que não é particularmente feia ou bonita, e um lançamento da Working Designs, Popful Mail, ao lado. Lembrando que a capa da Working Designs tem detalhes laminados que são difíceis de se perceber numa foto, ou seja, pessoalmente é ainda melhor:

Fica claro que qualquer colecionador adora ter um jogo desses na prateleira.

E ainda tem outro detalhe que é o sonho/pesadelo dos colecionadores: variantes do mesmo jogo.

A Working Designs lançava com frequência diferentes designs dos cds e/ou encartes do mesmo jogo, sendo algumas variantes extremamente raras, atingindo valores até cinco vezes maiores que as variantes comuns. Lunar Silver Star para Sega CD é um exemplo extremo dessa característica deles, com sete variações conhecidas. Por outro lado, Lunar Eternal Blue para Sega CD não tem nenhuma variante. Abaixo, as sete variações conhecidas do Silver Star e mais a única do Lunar Eternal Blue, da coleção do nebrazca:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Sim, conhecidas. Isso porque sempre aparecem boatos sobre variações novas. Alundra por exemplo, acredita-se que exista uma variante de encarte ainda não encontrada, talvez usada para uma produção-piloto e depois nunca mais usada.

Lembrando que as diferenças são apenas externas. Os jogos são absolutamente iguais, em todos os casos.

De qualquer forma, a empresa fechou as portas em 2005, com jogos lançados para TurboGrafx 16, Sega CD, Sega Saturn, PlayStation e PlayStation 2. Uma grande pena para colecionadores e claro, fãs de jogos de RPG, estratégia, space shooters e etc. Aí está uma lista com todos os títulos lançados, de acordo com a sempre confiável (*sarcasmo) wikipedia:

– Turbo Grafx 16 e Turbo Duo:

Cadash, Cosmic Fantasy 2, Exile, Exile: Wicked Phenomenon, Parasol Stars, Vasteel.

– Sega CD:

Lunar Silver Star, Lunar Eternal Blue, Popful Mail, Vay.

– Sega Saturn:

Albert Odyseey, Dragon Force, Iron Storm, Magic Knight Rayearth, Sega Ages, Shining Wisdom.

– PlayStation:

Alundra, Arc the Lad Collection, Elemental Gearbolt, Lunar Silver Star Story Complete, Lunar 2 Eternal Blue Complete, Raystorm, RayCrisis, Silhouette Mirage, Thunder Force V, Vanguard Bandits.

– PlayStation 2:

Growlanser Generations, Gungriffon Blaze, Silpheed: The Lost Planet.

1 comentário

Arquivado em Coleção, Guia, PC Engine, PlayStation, PlayStation 2, Sega CD, Sega Saturn